logotipo colégio único

Área restrita

Único 10 anos.

um novo colégio para você!

Como ler o edital do Vestibular e Enem

Documento é extenso e de leitura cansativa, mas ignorá-lo pode custar sua eliminação do processo seletivo.

 Os vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são regidos por um edital, documento de extrema importância que contém as regras e o cronograma dos processos seletivos. No entanto, muitos estudantes deixam de ler o edital e acabam cometendo erros que podem causar até a eliminação da prova.

De início, o edital pode assustar com suas várias páginas, citações de leis e linguagem técnica. Talvez, por isso, os candidatos deixam de ler o documento. Para facilitar a vida dos vestibulandos, algumas instituições elaboram um Manual do Candidato, que contém praticamente todas as informações do edital, mas com ilustrações, tabelas e linguagem mais acessível.

Se seu vestibular não tem Manual do Candidato e você tem dificuldade em ler o edital, não se desespere. Existem atalhos para ler o documento! Como assim? Você pode usar a ferramenta de busca para encontrar as informações mais importantes do edital. Na maioria dos programas, a busca é ativada digitando Ctrl + F.

Confira os termos mais importantes que você precisa pesquisar no Edital.

Inscrições

Pesquisando por ''Inscrições" ou "requisitos" você saberá se poderá participar do vestibular. Essa parte do edital detalha quem pode se como se inscrever. Há o valor sa taxa com prazo de pagamento, período de inscrição e link para cadastro.

Isenção

Se o vestibular for de universidade pública, há possibilidade de solicitar isenção da taxa de inscrição. Geralmente, candidatos de baixa renda de escola e de escolas públicas têm esse benefício.  Algumas Instituições particulares também concedem isenção de taxa, como a Fundação Getúlio Vargas.

Cotas

Ainda sobre vestibulares de Instituições públicas, alguns candidatos podem se inscrever como cotistas. Ler sobre as cotas no edital é importante porque os requisitos variam muito. Além disso, os candidatos cotistas precisam obedecer prazos específicos  e entregar documentos comprobatórios.

Conteúdo Programático

Talvez essa seja a parte mais importante do edital, afinal, não tem como fazer vestibular sem saber  o que estudar. Pesquise quais assuntos vão cair na sua prova e se a Instituição tem uma lista obrigatória de obras literária.

Atenção: Algumas Instituições divulgam o conteúdo como anexo do edital, ou seja, um material separado.

Locais de Provas 

Depois de ler sobre a inscrição e o que estudar, o próximo passo é consultar quando serão divulgados os locais das provas. Geralmente, essa informação é divulgada no cartão de confirmação de Inscrição. Em alguns estados, como no Paraná, os locais de prova também são chamados de ensalamentos. Procure por essas palavras no edital e anote na agenda a data de divulgação.

Provas

Outra parte importante do edital é o item que fala sobre as provas. Aqui o candidato saberá como funciona o processo seletivo, quantas etapas terá , divisão das provas, dias, horários, cidades de aplicação e etc.

 Critérios de Seleção 

Um item do edital que às vezes passa despercebido é o que fala sobre os "critérios de seleção" ou " Formas de avaliação". É fundamental saber quais disciplinas têm mais peso para o seu curso, as possibilidades de eliminação e como a pontuação é acumulada.

Matrículas

Esta parte do edital deve ser lida com atenção, pois traz dias, horários e documentos exigidos para  a matrícula dos aprovados. Antes do vestibular, verifique se possui toda a documentação necessária para o registro acadêmico.

Chamadas

No caso de quem não for aprovado, às vezes, o edital informa sobre possíveis chamadas de aprovados  após o resultado. Essas chamadas também recebem o nome de reclassificação, remanejamento, repescagem e chamamento. Fiquem ligados!